POF 1700APLICAÇÃO:    
Fusão de escórias em cadinhos de MgO a temperaturas de ~1600° C;

CARACTERÍSITICAS CONSTRUTIVAS:
Forno de resistência elétrica para altas temperaturas, com jogo de tomadas para ligação elétrica e duas resistências reservas, segundo especificações abaixo:
- Resistência MoSi2 (1800ºC);
- Termopar tipo “S” mais dois termopares de reserva;
- Isolação térmica em fibra cerâmica para alta temperatura (1400,1600 e 1750 º C);
- Mufla de alumina para isolamento do material fundido que protege a câmara interna do forno;
- Atmosfera controlada somente para fluxo;
- Estrutura interna total do forno em aço inoxidável com circulação de gases sem vedação;
- Estrutura externa do forno em aço inoxidável e aço com pintura eletrostática de alta resistência;
- Controlador micro processado tipo PID, 20 rampas e 20 patamares;
- Controle de saída tiristorizada, com controle da amperagem;
- Controle de segurança para excesso de temperatura e quebra de termopar;
- Precisão de queima constatada no laudo de queima verificado no software;
- Dispositivo para fluxo de gás interno através duas entradas de tubos de alumina laterais com regulagem de pressão e entrada de gás com rotâmetro de 15l/min;
- Comunicação com o microcomputador e software de controle gráfico colorido;
- Jogo de tomadas para ligação elétrica de 36 Ampéres;
- Jogo de 08 resistências sobressalentes:1800 L,4-9, Le 185, Lu 120 a 25 mm.

Dimensionamento:
- Dimensão interna (mm): 200 x 200 x 250
- Dimensão base (mm):160 x 230
- Dimensão externa (mm):600 x 600 x 800
- Temperatura máxima (°C):1700
- Altura da zona isotérmica (1700°c): 200mm.
- Potência (Kw): 8,5
- Força (V): 220
- Capacidade cadinho (l) até 0.5

O projeto do forno com abertura para adições de materiais durante a fusão e a agitação do banho.
O forno será utilizado para fusão de escórias em cadinhos de MgO à temperaturas de ~1600° C e deverá suportar um aumento de até 200° C resultante de reações que ocorrerão dentro da câmara interna (as temperaturas dentro do forno podem chegar a 1800° C). O forno terá aquecimento regulados em patamares para que não haja trincamento (choque térmico) dos cadinhos de MgO e saída para gases gerados durante as adições. Essas escórias, depois de serem modificadas, serão vazadas em um aparato de resfriamento para que sejam estudadas as fases formadas durante a solidificação. Esse estudo fundamental nos permite correlacionar velocidades de resfriamento e composições químicas variadas com a mineralogia de cada uma dessas escórias.

Modelo

Dim. Interna

(mm)

Dim. Base

(mm)

Dim. Externa

(mm)

Capacidade

Cadinho (L)

Potência

(kW)

Temperatura

Máx. (°C)

Força

(V)

POF-1700/F

200 x 200 x 250

160 x230

600 x 600 x 800

Até 0.5

8,5

1700

220


Ficha Técnica - Forno para tratamento de escorias - POF 1700/F